Image
Topo
Menu
11 de outubro de 2011

O que é Usabilidade?

Mas o que é usabilidade? Em geral, a usabilidade refere-se a quão bem os usuários podem aprender e usar um produto para alcançar seus objetivos e como eles estão satisfeitos com esse processo.
A metodologia chave para a realização de usabilidade é chamado de Design Centrado no Usuário.

Para Que Serve a Medição de Usabilidade

Usabilidade mede a qualidade da experiência do usuário ao interagir com um produto ou sistema. Quer seja em um Web site, um aplicativo de software, tecnologia móvel, ou qualquer outro dispositivo operável por um usuário.

É importante perceber que a usabilidade não é uma única propriedade unidimensional de uma interface de usuário. A usabilidade é uma combinação de fatores, incluindo:

Facilidade de aprendizado – como pode um usuário que nunca viu a interface do usuário antes, aprender a usá-la rapidamente  e suficientemente bem para realizar tarefas básicas?
Eficiência de utilização – Uma vez que um usuário experiente aprendeu a usar o sistema, o quão rápido ele ou ela pode realizar as tarefas?
Memorização – Se um usuário tiver usado o sistema antes, ele ou ela pode se lembrar o suficiente para utilizá-lo efetivamente na próxima vez? Ou o usuário tem que começar todo processo novamente para aprender tudo?
Freqüência e gravidade de erro – Quantas vezes os usuários cometem erros durante a utilização do sistema, quão graves são esses erros, e como os usuários se recuperam desses erros?
Satisfação subjetiva – O quanto é que o usuário gosta de usar o sistema?

 

Mas como isso se aplica ao meu projeto?

Entender o que é usabilidade e como ela pode ajudar os usuários, é de extrema importância. Na Web, a usabilidade é uma condição necessária para a sobrevivência. Se um site é difícil de usar, as pessoas saem. Se a página não indicar claramente o que a empresa oferece e o que os usuários podem fazer no site, as pessoas saem. Se os usuários se perdem em um site, eles o deixam. Se a informação de um site é difícil de ler ou não responde a perguntas dos usuários-chave, eles saem. Nota um padrão aqui? Não há tal coisa como um usuário ler um manual do website ou passar muito tempo tentando descobrir uma interface. Há uma abundância de outros sites disponíveis, e sair de um website é a primeira linha de defesa quando os usuários encontram uma dificuldade.

A primeira lei de e-commerce é que, se os usuários não podem encontrar o produto, eles não podem comprá-lo também.

Para intranets, a usabilidade é uma questão de produtividade dos funcionários. O tempo que os usuários perdem ficando “perdidos” em sua intranet ou ponderando instruções difíceis é dinheiro que você desperdiça pagando-os para estar no trabalho sem na verdade conseguirem realizar o trabalho.

Como aplicar?

As melhores práticas atuais indicam que se deve passar cerca de 10% do orçamento de um projeto de design na usabilidade. Em média, isso irá mais que dobrar as métricas de qualidade desejadas para um site. E um pouco menos do que o dobro para as métricas de qualidade para uma intranet. Para produtos de software e produtos físicos, as melhorias são geralmente menores – mas ainda substancial – quando você enfatiza a usabilidade no processo de design.

Para projetos de design interno, pense em dobrar a usabilidade como cortar orçamentos para treinamento na metade e dobrar o número de transações que os funcionários podem executar por hora. Para projetos externos, pense em vendas dobrando, dobrando o número de usuários cadastrados ou clientes potenciais, ou dobrar qualquer outro objetivo desejado motivado o seu projeto de design.

Envie um comentário